Autopista doa três mil mudas de árvores

Arteris
Autopista doa três mil mudas de árvores

Espécies nativas serão entregues para escolas do meio ambiente e para o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas.

Com o objetivo de estimular a preservação do meio ambiente e a multiplicação de espécies nativas da Mata Atlântica, a Autopista Litoral Sul, responsável pela construção do Contorno Rodoviário de Florianópolis, está distribuindo três mil mudas de árvores para instituições dos municípios próximos à região da obra. As sementes foram coletadas durante a supressão da vegetação para construção do Contorno, uma nova rodovia paralela à BR 101 que liga os municípios de Biguaçu e Palhoça e que tem como objetivo diminuir o fluxo de veículos na BR 101.

Nesta sexta-feira (10), a Autopista vai entregar mudas para a Escola do Meio Ambiente de São José, Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas e Escola do Meio Ambiente de Governador Celso Ramos. A Escola do Meio Ambiente de São José é administrada pela Secretaria Municipal de Educação e conta com uma equipe multidisciplinar que atende alunos da rede municipal, estadual e particular, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas tem como foco a preservação da água na região do Rio Tijucas e principais afluentes. A Autopista é parceira da Escola do Meio Ambiente de Governador Celso Ramos e recentemente reformou a escola, promovendo obras de reparo, ampliação e doação de equipamentos para atendimento dos alunos.

Para a coordenadora de meio ambiente da Autopista Litoral Sul, Daniela Bussmann, a ação reflete o compromisso da concessionária com a preservação do meio ambiente e com a sensibilização da comunidade. “Fomentamos a conservação do planeta ao promovermos ações de conscientização ambiental para crianças, pois elas serão adultos preocupados e engajados com a preservação do meio ambiente e repassarão esses valores”, sustenta Daniela.

As espécies de mudas distribuídas são de jerivás, palmitos, canafístulas, solanuns, aroeiras e guapuruvus. Além desse projeto de doação de mudas e manutenção de espécies, a Autopista também está recuperando 116 hectares de mata nativa do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro.