Autopista Litoral Sul entrega relatório de ações de educação ambiental realizadas no primeiro semestre de 2015

Arteris
Autopista Litoral Sul entrega relatório de ações de educação ambiental realizadas no primeiro semestre de 2015

A Concessionária entregou o documento às secretarias de educação dos municípios de entorno das obras do Contorno Viário de Florianópolis. Em Biguaçu, a secretária de Educação recebeu as equipes e destacou que parceria é fundamental.

Durante o primeiro semestre deste ano a Autopista Litoral Sul desenvolveu uma série de atividades de Educação Ambiental em escolas da área de influência das obras do Contorno Rodoviário de Florianópolis. Para consolidar as ações e mostrar os resultados do projeto Circuito Ambiental – que compôs atividades em oitos escolas dos municípios de Governador Celso Ramos, Biguaçu, São José e Palhoça – a Autopista entregou às Secretarias de Educação desses municípios um relatório detalhado do que foi realizado entre fevereiro e julho. Além disso, nas próximas semanas a Autopista vai encaminhar o plano de atividades para este segundo semestre, que vai focar no trabalho com alunos de 8º e 9º anos.

Nessa primeira parte do ano, a equipe de Educação Ambiental da concessionária realizou encontros com turmas do 1º e 2º ano de oito escolas. Em Biguaçu, a atividade foi realizada na Escola Professor Donato Alípio de Campos, que fica no bairro Prado. Incluindo todos os municípios, cerca de 600 crianças participaram do projeto e aprenderam sobre conservação do meio ambiente, destino correto para o lixo, segurança no trânsito, fauna e flora local. Os temas abordados pelos educadores ambientais também foram utilizados pelos professores nas demais atividades curriculares.

Para a secretária de Educação de Biguaçu, Márcia Rodrigues de Azevedo, esse tipo de parceria – entre o Poder Público e a empresa – é muito importante na educação, pois fomenta o desenvolvimento do aprendizado de temas importantes que vão além do que está no currículo das escolas. “Essas ações abordam o que chamamos de temas transversais e nem sempre é possível que os professores trabalhem estes temas em sala de aula. São assuntos de fundamental importância para a qualidade de vida e para a qualidade de ensino que queremos para nossas crianças aqui de Biguaçu”, avaliou.

A secretária ainda explicou sobre a importância da Autopista ter conduzido a parceria de forma didática e transparente. “O projeto foi abordado de forma didática, apresentado para a comunidade, para os professores, para os pais, para o prefeito e para a Secretaria de Educação. Dessa forma, não foi colocado de forma imposta. Foi aceito e trabalhado com os professores que, junto com as crianças, serão multiplicadores para outros profissionais da escola e para as famílias. Foi uma abordagem fundamentada, feita de forma consciente, preparada, planejada e é assim que a educação trabalha aqui em Biguaçu”, concluiu.