Autopista mede gases poluentes liberados por caminhões da obra

Arteris
Autopista mede gases poluentes liberados por caminhões da obra

Medição evita poluição ambiental dos veículos que trabalham na obra do Contorno Rodoviário.

Para evitar a poluição causada pela liberação de CO2 dos caminhões que trabalham na construção do Contorno Rodoviário de Florianópolis, a Autopista Litoral Sul faz um monitoramento a cada quatro meses nos veículos. Nos dias 26 e 27 de janeiro, 29 caminhões foram avaliados, todos foram aprovados. O monitoramento é feito por meio do Despoluir – Programa Ambiental do Transporte, da Confederação Nacional do Transporte e do Serviço Social do Transporte (Sest) / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

O excesso de CO2 na atmosfera potencializa o efeito estufa, um mecanismo que retém o calor na superfície da Terra – quanto mais gás carbônico, mais radiação solar fica retida na atmosfera terrestre, o que aumenta a temperatura do planeta e leva a desastres ambientais.

“Além dos benefícios diretos para o meio ambiente e para a qualidade de vida da população, o monitoramento e medição dos gases aumenta a eficiência e vida útil dos caminhões”, destaca Daniela Bussmann, coordenadora de meio ambiente da obra do Contorno Rodoviário.

Um recente estudo da Universidade de Oslo, na Noruega, afirma que o setor de logística foi o responsável por algo entre 15% e 30% de todo o dióxido de carbono despejado na atmosfera nos últimos 100 anos.