Trabalhadores do contorno recebem treinamento em saúde e segurança do trabalho

Arteris
Trabalhadores do contorno recebem treinamento em saúde e segurança do trabalho

Trabalhadores da obra do Contorno de Florianópolis aprenderam sobre questões como prevenção de acidentes, riscos de doenças e equipamentos de proteção.

No dia 14 de agosto foi realizada uma oficina sobre Saúde e Segurança para trabalhadores das obras do Contorno Rodoviário de Florianópolis. A ação faz parte do Programa de Educação Ambiental para Trabalhadores (PEAT) e ocorre a cada dois meses, sempre trazendo um tema diferente. A atividade é voltada a todos os funcionários dos canteiros de obras da nova rodovia em construção e a dinâmica da oficina inclui atividades que envolvem a participação dos trabalhadores de forma direta.

O encontro, ministrado pela Autopista Litoral Sul e pela empresa MPB Engenharia, foi direcionado a cerca de 250 trabalhadores que atuam diretamente nos trechos de obras civis do Contorno. Dividida em duas partes, a oficina trouxe primeiro uma parte teórica que apresentou esclarecimentos sobre como evitar atos e condições inseguras no trabalho, desafios da Saúde e Segurança no Brasil, riscos de doenças, entre outros. Em um segundo momento foi realizada uma “enquete” com os trabalhadores, onde foram apresentadas fotos de situações do dia a dia nas obras e os participantes tinham que dizer se era certo ou errado, ganhando um brinde quando a resposta era correta, como forma de incentivo.

A bióloga Débora Penha Pinto, responsável por ministrar o treinamento, explica que os temas trabalhados nas oficinas são escolhidos de forma a compreender a realidade do dia a dia das obras, buscando um aprendizado efetivo. “Nós pensamos primeiro qual a necessidade do trabalhador. Conversamos com a equipe de Supervisão Ambiental, perguntamos sobre o cotidiano dos trabalhadores, o que está acontecendo de ruim e de bom e procuramos achar um tema que aborde e envolva todos ao máximo. Também temos uma pedagoga que nos ajuda com as técnicas, já que são adultos, buscando engajá-los com o assunto da oficina”, esclarece.

Para o encarregado de obras no trecho de Biguaçu, Ezequias Lara de França, a forma como as oficinas são apresentadas garante o resultado no trabalho diário. “Todos gostam da instrução, seja sobre Segurança do Trabalho, Meio Ambiente ou outro assunto. Sempre tem muito efeito e todos comentam e colocam em prática”, assegura Ezequias.