CULTURA INDÍGENA É TEMA DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO CONTORNO VIÁRIO EM 2019

Arteris
CULTURA INDÍGENA É TEMA DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO CONTORNO VIÁRIO EM 2019

Planejamento foi definido com as Secretarias Municipais de Educação do entorno das obras. Dez escolas serão contempladas.

A equipe de Educação Ambiental do Contorno Viário de Florianópolis reuniu-se com as Secretarias Municipais de Educação de Governador Celso Ramos, Biguaçu, São José e Palhoça para apresentar os resultados obtidos em 2018 e definir o planejamento de ações para 2019. No último ano, cerca de três mil pessoas foram alcançadas pelas ações promovidas pela Arteris Litoral Sul, responsável pelas obras. O público é formado por professores, alunos e pais de escolas da região afetada, além de moradores do entorno.

Em 2019, o Programa de Educação Ambiental terá como temática central a Cultura Indígena e os Povos Tradicionais do Brasil. As ações serão desenvolvidas em dez unidades de ensino. São previstas oficinas e campanhas de conscientização, além de eventos de premiação como reconhecimento a boas práticas. A estimativa é que o público alcançado seja de quase quatro mil pessoas.

O Programa é desenvolvido desde 2014 e provoca mudanças no comportamento do público alvo em relação ao meio ambiente. “As ações desenvolvidas até hoje já nos mostraram uma considerável mudança, principalmente no que se refere à conscientização sobre separação e reaproveitamento de resíduos. Tivemos projetos muito positivos: transformação de geladeira em “Geladeiroteca”, para expor livros em sala de aula, construção de “Sofá Ecológico” com garrafas PET e uma escola que implantou a coleta seletiva buscando também ser ponto de coleta da comunidade”, comenta a Coordenadora de Meio Ambiente da Arteris Litoral Sul, Daniela Bussmann.

Outro resultado apontado por Daniela é a aproximação entre os temas abordados pela educação ambiental e os conteúdos trabalhados pelas escolas dentro e fora de sala de aula. “As mostras pedagógicas e as Feiras de Ciências vêm demonstrando, a cada ano, uma maior interface entre os temas abordados pela Educação Ambiental e as atividades curriculares”.

Confira as escolas que serão contempladas com as ações em 2019:

Em Governador Celso Ramos: E.M.P. Miguel Pedro dos Santos e E.M.P. Alaíde da Silva Mafra

Em Biguaçu: E. B. M. P. Manoel Roldão e G. E. M. P. Celina Dias da Cunha

Em São José: C. E. M. Santa Ana, E. E. F. Califórnia e C. E. M. Santa Terezinha

Em Palhoça: E. R. P. Daniel Carlos Weingartner, G. E. Prof. Najla Carone Guedert e E. Reunida Manoel da Silva