Equipe de meio ambiente da Arteris Litoral Sul realiza 23º Monitoramento de Fauna e Bioindicadores

Arteris Contorno Florianópolis
Equipe de meio ambiente da Arteris Litoral Sul realiza 23º Monitoramento de Fauna e Bioindicadores

A equipe de meio ambiente da Arteris Litoral Sul realizou a 23ª campanha de Monitoramento de Fauna e Bioindicadores no entorno das obras do Contorno Viário de Florianópolis. Esse monitoramento é feito a cada três meses e tem como objetivo maximizar o conhecimento sobre as alterações nas populações e comunidades da fauna local e monitorar as espécies animais nas áreas de influência do projeto, incluindo o uso de bioindicadores. As coletas feitas em agosto estão sendo interpretadas pela equipe desde então.

Para amostragem das espécies da fauna terrestre, que são os anfíbios, répteis, aves e mamíferos, foram instaladas seis Estações de Amostragem (EST) que compreendem ambientes na Área de Estudo Direto do empreendimento. Para a amostragem de peixes, foram adotados métodos com captura de acordo com o porte dos córregos e rios da Região Hidrográfica do Rio Tijucas, Biguaçu e Cubatão – Sul, onde se destacam os rios Biguaçu, Maruim, Passa Vinte, Inferninho e Aririú. Estão sendo monitorados 12 pontos de amostragens definidos durante o diagnóstico para compor o Estudo de Impacto Ambiental da obra.

Segundo a coordenadora de meio ambiente da Arteris Litoral Sul, Daniela Bussmann, esse trabalho reforça o compromisso da Arteris Litoral Sul com a sustentabilidade. “Monitorar os possíveis impactos ambientais é a melhor maneira para conhecê-los e diminuí-los. Uma obra do porte do Contorno pode sim ser realizada buscando reduzir o impacto ambiental das obras para a fauna da região, e trabalhamos para isso.”

Confira algumas espécies encontradas durante o monitoramento na galeria de fotos abaixo.