RESULTADO DAS DETONAÇÕES DE ROCHAS

Arteris
RESULTADO DAS DETONAÇÕES DE ROCHAS

 Autopista Litoral Sul realiza detonações necessárias à construção do Contorno Viário de Florianópolis – Relatório 2 – Ponto CO-06.

 Desde março de 2016, a Autopista Litoral Sul realiza detonações de rochas necessárias para a implantação do Contorno Viário de Florianópolis. O conteúdo abaixo apresenta os resultados do monitoramento de ruídos e vibrações da atividade ocorrida no dia 1º   de julho.

A detonação ocorreu no km 219+560 e as ações de monitoramento fazem parte do Subprograma de Controle, Minimização e Monitoramento de Impactos provocados pela Construção dos Túneis e de Áreas de Desmonte de Rocha do Contorno Rodoviário de Florianópolis.

Ruído

No evento do dia 1º de julho, a medição com o sismógrafo foi feita a uma distância de 240 metros do ponto central da detonação A pressão acústica registrada no momento do evento de detonação, para o maciço rochoso, foi de 126 dB, valor abaixo do limite estabelecido na NBR 9653:2005, que é 134 dB.

Ultralançamento

Os fragmentos de rocha desta detonação foram lançados a uma distância máxima de 110 metros, dentro no perímetro circular de segurança de 400 metros, portanto não foi observado qualquer ultralançamento.

Vibrações

O monitoramento da velocidade pico da partícula, registrada no evento de detonação, ficou abaixo dos limites definidos pela norma brasileira, pela NBR 9653/2005.

O resultado positivo do monitoramento mostra que a continuidade das medidas adotadas para controle das detonações vem mantendo os valores de ruídos e vibrações, bem como o risco de ultralançamentos, dentro dos limites indicados pelas normas vigentes.

Quer saber mais?

Em caso de dúvidas sobre as detonações de rochas, a Autopista dispõe do número 0800 7251 771 (atendimento geral). Além disso, quem quiser saber mais sobre os resultados pode acompanhar as publicações neste espaço de notícias do site.